Outubro Rosa, e agora?

Outubro Rosa é uma campanha que começou em Nova York em 1990 e desde então é realizada anualmente com o objetivo de prevenir o diagnóstico precoce do câncer de mama.

No Brasil, segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer de mama também é o tipo de câncer que mais acomete as mulheres no país (excluídos os tumores de pele não melanoma). Para 2019, foram estimados 59.700 casos novos, o que representa uma taxa de incidência de 51,29 casos por 100 mil mulheres. A única região do país em que o câncer de mama não é o mais comum entre as mulheres é a Norte, onde o de colo de útero ocupa a primeira posição.

A incidência da doença aumenta em mulheres a partir dos 40 anos. Abaixo dessa faixa etária, a ocorrência da doença é menor, bem como sua mortalidade, tendo ocorrido menos de 10 óbitos a cada 100 mil mulheres. Já a partir dos 60 anos o risco é 10 vezes maior.

Entrevistamos a mastologia, especialista em doenças da mama, Dra. Tereza Cypreste, que nos afirmou:

“toda mulher a partir dos 40 anos deverá fazer mamografia. O Outubro Rosa serve para que mais uma vez as mulheres sejam alertadas em relação a importância do diagnóstico precoce em câncer de mama.”

A Dra Tereza é membro titular da sociedade brasileira de Mastologia e mastologista da Fundação Municipal de Saúde de Niterói, além de fundadora da ADAMA (Associação Dos Amigos da Mama). 

A ADAMA é uma ONG que há 23 anos tem por objetivo ajudar mulheres a se recuperarem após um diagnóstico de câncer de mama. Além disso, informam as mulheres, esclarecendo suas para se prevenirem não só no Outubro Rosa mas o ano inteiro.

Portanto mulher, não deixe passar batido esse mês de prevenção. O momento ideal para se cuidar é agora. Nós sempre falamos sobre cuidado aqui no Portal, principalmente cuidado externo mas cuidar do seu interior, da sua saúde deve ser priorizado. Não deixe para depois, previna-se!

 

Para mostrar esse apoio a campanha Outubro Rosa, vamos sair de rosa esse mês?

Poste seu look e marque @portalmulheresbemvestidas que queremos ver. Aqui estão algumas inspirações:

No Portal de Mulheres Bem Vestidas o cuidado vai além de simplesmente se vestir. Para saber mais acesse, clique: https://mulheresbemvestidas.com.br

Polêmica: Prótese de Silicone dá câncer?

Você viu  reportagem da revista veja de 22/03/2017 que diz Prótese nos seios pode causar tipo raro de linfoma?

silicone

Gostaria de comentar a polêmica sobre a incidência de Linfoma Anaplásico de Células Grandes em pacientes portadoras de próteses de silicone. E essa opinião é baseada na manifestação oficial da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), juntamente com a Sociedade Americana de Cirurgia Plástica e Estética (ASAPS) e o Instituto Brasileiro de Controle de Câncer (IBCC).

A primeira vez que essa associação foi citada foi em 2011, desde então, os casos e relações estão sendo avaliados. Segundo a FDA , foram encontrados 359 casos, no mundo, desse tumor raro, desenvolvido a partir da cápsula “criada” pela presença da prótese e 9 mortes por causa dele. O IBCC, considera essa associação , baseada pelas evidências científicas da literatura mundial , muito pouco significativa em se tratando do número de mulheres com prótese de silicone em todo o mundo, ela representa 0,0003% de associação em mulheres com implantes.

No entanto, o cuidado, segundo o próprio FDA, deve ser o mesmo, mantendo os exames de rotina de mamas para todas as mulheres, lembrando que o padrão ouro para pacientes com implantes é a Ressonância Nuclear Magnética.

Você tem alguma dúvida? Comenta abaixo que será um prazer responder!