Como usar a queridinha BOTA BRANCA

É muito importante que todo mundo entendo o que a gente quer? continuar aprisionadas nas regras ou tomar as rédeas do seu vestir, criar uma auto estima, ser mais auto confiante? tornar essa parte do se vestir, que vamos combinar, todos fazemos todos os dias, uma coisa prazeirosa, sem que a roupa seja protagonista.

Nosso vestir a vida toda é construído pelo externo, quando somos pequenos pelos nossos pais, e então quando ficamos adolescentes o vestir vira pertencimento, para sermos incluídos em um grupo precisamos nos parecer com aquele grupo e enfim quando a gente fica adulto aonde temos a liberdade de resolver nosso próprio estilo e o que acontece? Nós começamos a replicar nosso vestir de acordo com nosso ambiente de trabalho, intuitivamente. Isso não é de maneira racional, mas estamos ingressando no mercado de trabalho e queremos causar uma boa impressão e chegar em um patamar que aquelas pessoas que já estão lá estão.

Mais uma vez nós não estamos pensando em nós mesmos, nós estamos olhando para fora na hora de se vestir. Todo o momento até a maturidade nosso vestir foi construído para fora. Ai temos aquela fase de “opa, opa! Não quero mais isso!” aí vem a segunda prisão, que são as regras da internet.

“5 peças que todas as mulheres precisam”, “4 coisas que não podem faltar no seu armário”, “bota branca é um must have”

Será mesmo que existem peças que todas as mulheres precisam? Mas nós somos tão diferentes! Casadas, solteiras, com filhos sem filhos, filhos mais novos, filhos crescidos, mais jovens, menos jovens… Existe mesmo 5 peças que todas nós precisamos? Ai, ok, vamos dizer que sim. Então compramos a tal da bota branca, exemplo aí da nova moda. E ai? Cabe no meu dia-a-dia? Combina com o meu Estilo Pessoal? 

É bom deixar claro que nós não temos nada contra trends, modas, se combinar com seu estilo pessoal não tem problema algum!! Eu inclusive, adoro bota branca.

Por fim você comprou uma peça, as vezes cara, que usou uma duas vezes e nunca mais vai mexer naquilo. 

Isso é o que eu chamo dessa segunda prisão do excesso da informação pelas redes sociais, que nem sempre nós sabemos criticar essas informações para saber o que cabe ou não no nosso estilo pessoal. E sabe como resolve esse problema? Simplesmente conhecendo o seu estilo pessoal. E então criando esse discernimento do que cabe ou não no seu dia a dia.

As vezes nós achamos algo liiiiindo, mas simplesmente não cabe no nosso estilo pessoal.

No Clube das Mulheres Bem Vestidas, nós não te damos o peixe e sim ensinamos a pescar. Para que você tenha um total entendimento do seu estilo pessoal, faça compras de maneira sábia, poupe o seu dinheiro e se sinta bem todas as vezes que você olhar para o espelho. 

Você conhece seu estilo pessoal?

Se quer descobrir, conheça o Clube das Mulheres Bem Vestidas!

Clique aqui para saber mais!

mulheres Bem vestidas

 

Para um maior complemento a esta leitura, assista este vídeo: