Mães que trabalham em casa

Você é mãe e adoraria trabalhar em casa?

O que para muitas mulheres é sonho, para mim é prioridade. Mas não pense que é ou foi fácil chegar lá… Se esse é seu desejo, resolvi compartilhar algumas dicas para te ajudar a chegar lá!

Escolha ‘O que’

Escolha um trabalho que represente seu valores, algo que você verdadeiramente acredite. Só algo assim para “ganhar”  sua atenção em relação a todas as distrações de estar em casa.

Aquela habilidade que só você tem, algo que as pessoas te elogiam, algo que você tem realmente prazer em fazer, tudo isso pode ser um trabalho. A verdade é que descobrir ‘o que’ é mais difícil que transformá-lo em negócio.

Se você precisa de ajuda nesse caminho, eu recomendo a psicóloga e coach especializada, em transição de carreira a Renata Roncalli. Ela, assim como eu e como você, passou por momentos turbulentos depois de ter os filhos. Se viu perdida quando teve que repensar toda sua trajetória profissional para ser a mãe presente que sempre quis além da vontade muito grande que sempre teve de ser uma mulher bem sucedida, independente e que ajuda a mudar um pouquinho o mundo todos os dias. Depois de 13 anos atuando com gestão de carreiras, Renata se dedica hoje exclusivamente a ajudar outras mães, que assim como ele precisaram de ajuda na reformulação de sua trajetória profissional garantindo que todas as mães encontrassem um novo caminho e conseguissem conciliar a maternidade e suas vidas profissionais.

PS: Ela tem um ebook gratuito que pode ser baixado nesse link!

Tenha seu espaço de Trabalho

Ter um espaço reservado para o trabalho é essencial para produtividade do trabalho em casa. Faz você se concentrar melhor e otimiza seu tempo!

A Revista do Jornal O fluminense fez uma visita aqui em casa para conhecer um pouco da minha rotina de mãe que trabalha em casa.

Eles fizeram um recorte super interessante sobre o dia a dia de trabalho em casa e mostraram meu escritório, projetado pela NOP Arquitetura.

Leia a matéria na íntegra aqui: http://www.ofluminense.com.br/pt-br/revista/uma-casa-saboreada

[Vídeo] Dicas de estilo para as grávidas

Fase linda na vida mulher, a gestação tem como dificuldade o que vestir!  A cada dia o corpo vai mudando, e uma roupa que cabia já não cabe mais. Ao mesmo tempo não dá para fazer a louca e comprar um armário novo…

Por isso, compartilho minhas dicas de consultora de imagem e grávida do segundo filho!

3 passos para criar um look charmoso

  • Entender as proporções corporais, onde estão os seus pesos visuais;
  • Usar as roupas para equilibrar os pesos visuais;
  • Adicionar acessórios para criar interesse visual.

4 truques certeiros para looks de grávida

  • Looks Monocromáticos, tom sobre tom, alongam visualmente;
  • Use acessórios de impacto, enfeitam;
  • Peças feitas em tecidos com elastano, se adaptam ao corpo e proporcionam conforto;
  • Silhuetas soltas, equilibram as proporções e conferem elegância.

Peças chaves para o armário da grávida

  • Chemise
  • Blusas alongadas
  • Pantalonas
  • Saias longas
  • Calça jeans boyfriend
  • Flats, sapatos sem salto, principalmente os ajustáveis e que não prendam nas laterais do pé, como rasteiras “fio dental”, tênis, sapatos com cadarço.
  • Terceiras peças, tais como coletes, cardigans, blazers, jaquetas.

Quer entender melhor? Clica abaixo e assista o vídeo completo que tá cheios de looks inspiração:

 

Compartilha esse post com uma amiga grávida, que ela vai gostar!

Crianças de férias: Roteiros de Passeios Ecológicos!

Crianças de férias significam energia acumulada, por isso, nada melhor que um passeio ao ar livre! Se você sem filhos, sobrinhos e netos listamos 4 roteiros de passeios ecológicos na cidade do Rio de Janeiro.

Se você não mora ou não está de passagem pelo Rio, fica a dica para procurar em sua cidade parques, jardins, fundações, são diversão garantida com a criançada!

Sítio Burle Marx

A unidade especial Sítio Roberto Burle Marx fica localizada em Barra de Guaratiba, no Rio de Janeiro, tem uma área de mais de 400 mil m², onde está reunida uma das mais importantes coleções de plantas tropicais e semitropicais do mundo. Cultivada em viveiros e jardins, ao ar livre, a coleção apresenta mais de 3.500 espécies de plantas.

O local foi residência do arquiteto e paisagista Roberto Burle Marx de 1973 a 94 e é reconhecido como patrimônio cultural brasileiro desde 1985. Hoje é propriedade do Iphan que promove a preservação da importante coleção de plantas do local.

sitio-burle-maxServiço

  • Visitas acontecem mediante agendamento – Horário do agendamento: de segunda a sexta, das 08h às 16h no Telefone (21) 2410-1412 ou email  srbm@iphan.gov.br.
  • Horário de visitas: de terça a sábado, das 09h30min e 13h30min.
  • Endereço: Estrada Roberto Burle Marx, 2019, Barra de Guaratiba.

Jardim Botânico

O Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro, ou apenas Jardim Botânico do Rio de Janeiro, é um instituto de pesquisas e jardim botânico localizado no bairro do Jardim Botânico, na zona sul do município do Rio de Janeiro, no Brasil. Uma das mais belas e bem preservadas áreas verdes da cidade, é um exemplo da diversidade da flora brasileira e estrangeira. Nele podem ser observadas cerca de 6.500 espécies (algumas ameaçadas de extinção), distribuídas por uma área de 54 hectares, ao ar livre e em estufas.

jardim-botanicoServiço

  • Horário de visitas: De terça a domingo das 8h às 17h
  • Preços: R$ 10,00 (R$ 15,00 a partir de 16 de janeiro de 2017) – Somente em dinheiro. Gratuito para crianças menores de 5 anos.
  • Endereço: Rua Jardim Botânico, 1008, Jardim Botânico
  • Não estacionamento no local.  A sugestão é o Jockey Club – entradas pela Rua Jardim Botânico, 1003 e pela Praça Santos Dumont, 31 (em frente à Praça). Visitantes do Jardim Botânico têm desconto. Para obter o desconto, peça o selo de estacionamento na bilheteria do Jardim e apresente o selo quando for pagar o estacionamento. Ou na Praça Santos Dumont, estacionamento Rio Rotativo.

Parque Lage

O Parque Lage cativa os visitantes que por aqui passam. Seja pela efervescência cultural da EAV, seja pela possibilidade de passeios no clima bucólico de sua área verde, onde destacam-se o lago e as ilhas artificiais, as pontes com trabalhos em rocaille, o coreto e a gruta, construídos em argamassa, imitando rochas e troncos de árvores.

Pode-se também circular dentro de uma das cavernas artificiais e admirar os aquários incrustados nas paredes. Os 12 tanques – o maior deles com capacidade para seis mil litros – abrigam diversas espécies de peixes, priorizando espécies de biomas de rios brasileiros.

Com bastante diversão para todas as idades, incluindo parque infantil, trilhas – que levam ao Cristo Redentor -, chafariz, áreas para piquenique e descanso, um charmoso bistrô, estacionamento amplo, além de vigias locais, o Parque Lage é um convite aos que desejam um contato próximo com a natureza.

parque lageServiço

  • Horário de visitas: Diariamente, das 8h às 17h
  • Endereço: Rua Jardim Botânico, 414, Jardim Botânico.

Bosque da Barra

O Parque Natural Municipal Bosque da Barra conta com várias atividades: – 2km de alamedas e a pista de cooper de 3km servem às caminhadas, corridas e passeios de bicicletas; – um lago artificial de 1200m²; – recreação infantil com brinquedos.

bosque-da-barraServiço

  • Horário de visitas:  8h às 17h.
  • Endereço: Av. das Américas, km 6, Barra da Tijuca.

Curta e aproveite esse contato com a natureza. Revigora e faz bem pro corpo e pra alma. Compartilha essas dicas com as amigas mães, tias e avós!

fernanda-lealFernanda Leal é engenheira civil, sanitária e ambiental, palestrante e fundadora do Fator Ambiental, além de Bailarina desde sempre por amor a arte. Acredita que sustentabilidade é assunto de dia a dia e para todos! Fale com ela: fleal@br.inter.net

4 dicas para driblar o cansaço materno

Cansaço materno é algo muito comum, se você é mãe sabe do que estou falando, é um esgotamento associado a Síndrome de Burn Out…

Burn out é um distúrbio psíquico descrito em 1974 por Freudenberger, um médico americano. Não é propriamente uma doença, mas um estado de esgotamento profissional e se manifesta especialmente em pessoas cuja profissão exige envolvimento interpessoal direto e intenso, como profissionais das áreas de educação, saúde, assistência social, recursos humanos, agentes penitenciários, bombeiros, policiais e mulheres que enfrentam dupla jornada.

Embora essa síndrome esteja ligada a questões profissionais, é muito comum acontecer com mães no período de licença maternidade. Um bebê recém nascido requer 24 horas de cuidados. As noites mal dormidas e o isolamento social podem fazer com que a mulher entre num estado de estafa física e mental. Soma-se a isso à disfunção hormonal desse período e temos um prato cheio para o princípio de uma depressão.

É preciso estar atenta aos sintomas que podem ser físicos: dor de cabeça, enxaqueca, cansaço, sudorese, palpitação, pressão alta, dores musculares, insônia, crises de asma e distúrbios gastrintestinais. Ou comportamentais como: agressividade, isolamento, mudanças bruscas de humor, irritabilidade, dificuldade de concentração, lapsos de memória, ansiedade, depressão, pessimismo e baixa autoestima.

Antes de tentar um tratamento mais invasivo com remédios anti depressivos, tente por em prática estas 4 atitudes:

Reconheça seu Valor

Cuidar de um bebê pode ser um trabalho muito mais cansativo que um cargo administrativo no escritório, por exemplo. Cuidar da casa e dos filhos é um trabalho como outro qualquer e deve ser visto e respeitado como tal. Valorize-se.

Peça ajuda

Ninguém dá conta de tudo sozinho e se a carga tá muito pesada, peça ajuda. Recorra ao pai, aos avós, a uma amiga de confiança, a uma funcionária se estiver ao seu alcance, nem que seja pra tomar conta do bebê por algumas horas enquanto você vai ao cabeleireiro. Lembre-se que o bebê consegue sentir a sua energia e estar feliz e bem disposta o deixará mais calmo.

Faça algo por você

Ficamos tão focadas em cuidar do outro que esquecemos de nós mesmas. Por isso, tire 30 minutos do seu dia para fazer algo exclusivamente por você. Mesmo que o seu marido chegue cansado do trabalho, peça ele para cuidar do bebê por meia hora enquanto você toma um banho, lê uma revista, um livro ou fala com uma amiga ao telefone sem ser interrompida. Isso irá recarregar suas baterias.

Pratique atividade física

A prática de atividade física libera hormônios importantes como serotonina, endorfina e dopamina que melhoram o bem estar físico e mental. Melhora o sistema imunológico e você sabe, mãe não pode adoecer. Pode ser que só em pensar em 30 minutos de exercícios você já se sinta cansada e ache que não vai suportar, mas o seu corpo é capaz de adaptar.

Acredite, isso vai ser fundamental para melhorar o seu pique e o seu humor. Além de ajudar a deixar o corpo lindo novamente. Se bater a preguiça, vá sem vontade mesmo. Na grande parte das vezes é assim: vamos nos arrastando e voltamos saltitando!

Um beijo e se cuida!

Milla Padua

Milla Padua é Coach de boa forma e emagrecimento e criadora do programa on line Detox Inteligente. (saiba mais aqui!).  Acredita que toda mulher pode conquistar o corpo de seus sonhos! Fale com ela: contato@melhorversao.com.br