Silicone Sem Cicatriz, É Possivel?

 

Silicone sem cicatriz, será mesmo possível?

Nossa colunista Caroline Vieira, cirurgiã plástica, dá algumas dicas sobre mamoplastia.

Você já ouviu dizer que algumas mamoplastias (plástica de mamas) podem ser feitas por cicatrizes reduzidas somente ao redor da aréola? Pois é… Isso realmente existe, mas não é uma regra possível em todos os tipos de mamas.

Tipos de Cicatrizes

Quanto mais pele precisar ser retirada, maior será a cicatriz. Existe uma classificação de ptose (o quanto a mama caiu) que esclarece esse tipo de possibilidade. A cicatriz pelo chamado round bock (ao redor de toda a aréola) só é indicada quando essa mama não tem ptose ou tem, no máximo, uma flacidez leve (grau 1).

Tal cirurgia deve ser associada a pequena prótese de silicone ou até mesmo enxerto de gordura.

silicone sem cicatriz

 

Resultados

Os resultados, quando bem indicados, podem ser excelentes, com cicatrizes  quase que imperceptíveis  e melhora da queda ocorrida pela passagem do tempo, pela qualidade de pele ou somente pela presença da gravidade.

Pós Gravidez

Pegando carona no estado da nossa querida Fe Fuscaldo, após a gestação, o corpo demora pelo menos 6 meses para voltar ao normal. Cirurgias de mamas devem ser feitas, somente 3 meses após a amamentação ter terminado.

Na dúvida, sempre converse com um cirurgião especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Tem dúvida sobre cicatrizes? Comenta abaixo!

 

Caroline VieiraCaroline Vieira é Cirurgiã plástica, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Foi assistente do Professor Pitanguy, formada pela Uni-Rio, Santa Casa da Misericórdia, PUC e Instituto Ivo Pitanguy. Sua grande paixão é aumentar auto estima das mulheres através da cirurgia estética ou reconstrutora. Fale com ela: caroline@carolinevieira.med.br

Polêmica: Prótese de Silicone dá câncer?

Você viu  reportagem da revista veja de 22/03/2017 que diz Prótese nos seios pode causar tipo raro de linfoma?

silicone

Gostaria de comentar a polêmica sobre a incidência de Linfoma Anaplásico de Células Grandes em pacientes portadoras de próteses de silicone. E essa opinião é baseada na manifestação oficial da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), juntamente com a Sociedade Americana de Cirurgia Plástica e Estética (ASAPS) e o Instituto Brasileiro de Controle de Câncer (IBCC).

A primeira vez que essa associação foi citada foi em 2011, desde então, os casos e relações estão sendo avaliados. Segundo a FDA , foram encontrados 359 casos, no mundo, desse tumor raro, desenvolvido a partir da cápsula “criada” pela presença da prótese e 9 mortes por causa dele. O IBCC, considera essa associação , baseada pelas evidências científicas da literatura mundial , muito pouco significativa em se tratando do número de mulheres com prótese de silicone em todo o mundo, ela representa 0,0003% de associação em mulheres com implantes.

No entanto, o cuidado, segundo o próprio FDA, deve ser o mesmo, mantendo os exames de rotina de mamas para todas as mulheres, lembrando que o padrão ouro para pacientes com implantes é a Ressonância Nuclear Magnética.

Você tem alguma dúvida? Comenta abaixo que será um prazer responder!