Como escolher o cirurgião plástico ideal

Você tem vontade de levantar as mamas? Lipoaspirar um pouquinho a barriga ou dar aquela leve “puxadinha” no rosto? Como escolher o cirurgião certo? Esse tipo de escolha é uma missão muito mais complexa do que se pensa!

A formação

A cirurgia plástica é uma das especialidades de formação mais longa na medicina. Quando acabamos os seis anos de medicina precisamos de mais dois anos de formação em cirurgia geral e mais três em cirurgia plástica. E ao fim deste período, ainda passamos por uma prova bem difícil que nos dá o título de especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plastica, só assim estamos aptos a começar nossa caminhada profissional.

Um bom cirurgião plástico conversará com você sobre suas expectativas, indicações e potenciais complicações para cada caso. E está sempre atualizado do que existe de novo e seguro no mercado da beleza!

Segurança

Mas ATENÇÃO!!!!! não caia na sedução da cirurgia barata e sem segurança. Quanto vale a sua vida? Ao contrário de muitos médicos que banalizam o procedimento,fazem em consultório ou em lugares sem nenhuma estrutura, o cirurgião sério e confiável tem medo, assim como você! Lipo no consultório? Não caia nessa armadilha!!! Acontecer alguma com o paciente também acaba com a vida dele. Já pensou nisso?

Por que as pessoas têm tanto medo? O que é real e o que não é? O que faz sentido e o que não faz?
Cirurgia plástica é cirurgia como outra qualquer!

Dicas

Vou colocar aqui algumas dicas que valem nessa procura para você ficar feliz, segura e satisfeita com sua escolha:

– Seu médico é, de fato, cirurgião plástico?

Hoje a internet está aí pra ajudá-lo. Procure ver se ele é associado da sociedade brasileira de cirurgia plástica no site www.cirurgiaplastica.org.br

– Procure referências sobre ele, pessoas que já operaram, o que falam, como foi o acompanhamento do pós, se ele tirou todas as dúvidas… A opinião de um bom médico de confiança da família, é super bem vinda!

– O hospital:

Veja qual o hospital que ele trabalha, procure saber se tem estrutura para Cti, se tem recursos necessários para uma cirurgia de grande porte;

– Pergunte se ele faz alguma coisa para evitar trombose:

Esse é o verdadeiro vilão da cirurgia plástica. Podemos minimizá-la com uso de meia elástica, compressor pneumático, deambulação precoce após a cirurgia e, algumas vezes, até temos que lançar mão de algumas medicações;

– Observe a conexão dele com o anestesista:

Anestesia geral, ao contrário do que muitos pensam, é a mais segura das anestesias e a chance de complicação é praticamente inexistente se você tiver sido bem avaliado e se o anestesista for preparado para isso!

– e por último… A afinidade é tudo!

Você conviverá com o seu cirurgião por aproximadamente 18 meses. Tempo que a Sociedade Brasileira de Cirurgia plástica considera ideal para o real resultado da sua cirurgia! Costumo brincar que é um casamento sem direito a divórcio!

Entao, escolha aquele que te traga a segurança e carinho que você precisa nesse tempo! E seja muito feliz!



Tem alguma dúvida sobre plástica, procedimento estéticas? Comenta abaixo que será um prazer responder!