3 dicas para achar a medida entre bebidas alcoólicas e dieta

Talvez você já saiba que as bebidas alcoólicas são grandes vilãs do emagrecimento, mas você sabe por quê e como se livrar da questão?

Em primeiro lugar, bebidas alcoólicas são alimentos com alto valor calórico e baixo valor nutricional, ou seja, são muitas calorias e pouquíssimos nutrientes. Dá uma olhada na tabela abaixo e compare as calorias contidas em 100ml de diferentes bebidas alcoólicas…

bebidas

Quantidade

As cervejas e chopes são as bebidas alcoólicas que possuem menos calorias proporcionalmente. Em 100ml de cerveja encontramos aproximadamente 41 calorias, enquanto que outras bebidas como espumante, vinho, caipirinhas encontramos uma maior quantidade de calorias nos mesmos 100ml. Mas não se engane! A grande pegadinha é que geralmente nossa tolerância à cerveja é maior do que com outras bebidas e com isso acabamos bebendo mais quantidade e ingerindo muitas calorias.

Uma lata de cerveja tem as mesmas calorias de um pão francês. A maioria das mulheres consegue facilmente tomar 5 cervejas numa festa, mas não consegue com a mesma facilidade comer 5 pães numa noite. Esta comparação é pra ilustrar que 5 cervejas é uma quantidade exagerada para quem está tentando emagrecer.

E os acompanhamentos? Dificilmente encontramos em bares e festas opções saudáveis para acompanhamentos. Em geral são alimentos fritos ou ricos em gorduras e seu consumo pode ser ainda pior que as bebidas alcoólicas.

Efeito

Tenha em mente que o nosso corpo não reconhece o álcool como um alimento, pelo contrário, o álcool para o nosso corpo é um veneno que tem que ser combatido e eliminado. Enquanto nosso organismo tenta eliminar todo o álcool ingerido, o processo de queima de gorduras é interrompido, gerando uma sensação de mal estar e fraqueza. Dependendo da quantidade, pode afetar negativamente a nossa performance nos treinos em até 48 horas depois.

O que fazer se você tem uma vida social muito ativa e não dispensa um barzinho ou uma festinha?

Dicas da Milla

1. Converse com sua nutricionista e seja sincera

Peça para ela encaixar uma quantidade de bebida que seja razoável no seu plano alimentar e não ultrapasse a quantidade. Privações por tempo prolongado podem desgastar e comprometer um processo de reeducação alimentar feito há meses.

2. Se puder optar, escolha o vinho tinto

O vinho possui uma substância chamada resveratrol, um antioxidante muito benéfico para saúde. Mas lembre-se, consuma com moderação.

3. Bom senso é fundamental

Se você só se diverte se estiver bebendo, cuidado! Isso pode ser um sinal que existe algum desequilíbrio na sua vida. Procure ajuda.




Você tem dificuldade de achar essa medida? Conta para gente nos comentários!