Quais Acessórios Combinam Melhor Comigo

A gente sempre ouve falar em dicas de Styling, use mais acessórios para tirar o seu look do básico, agora, o que poucas pessoas conseguem responder é: quais acessórios combinam melhor com você? Que tipo de óculos eu devo usar?

Tudo vai depender do efeito que você quer gerar!

Se você já é leitora aqui do blog a um tempo, ou assiste os meus vídeos do YouTube, você sabe que eu não sou a favor das regrinhas pode, não pode, correto? Levando isso em consideração, você pode tudo! 

Vou apenas explicar aqui as técnicas por trás das escolhas dos acessórios, para você conseguir entender mais rapidamente o que combina melhor com você.

acessórios

Se você quer um efeito bem discreto e harmônico com a sua beleza você vai buscar acessórios que repitam as suas características físicas! Mas como assim? Simples, se você é menorzinha acessórios pequenos vão ficar melhor, se você é altona grande, acessórios maiores vão combinar melhor com você.

 

Além disso, vale sempre lembrar que, se você é muito pequenininha, quando colocar acessórios grandões você vai parecer menor do que ja é, e se você é grandona, alta, quando coloca acessórios pequenos parece maior do que já é. Então é legal você balancear.

Caso você seja grande, alta mas goste de acessórios menores então joga mais de um, sabe aqueles colares fininhos cheeeeio de colarzinhos, em diferentes tamanhos, é uma ótima opção.

Caso você tenha baixo contraste, isso é pele clara e cabelo claro ou pele escura e cabelo escuro, acessórios com baixo contraste com o tom da sua pele ficam melhores.

 

Se as linhas do seu rosto são arredondadas, acessórios arredondados vão ficar melhor. E por aí vai.

Óculos também são excelentes acessórios para dar um estilo a mais no seu look.

Essa é uma pergunta muito frequente que eu respondo, qual é o melhor óculos para mim? E eu entendo a dúvida, os óculos são um acessório sim, porém servem para proteger os olhos e são acessórios mais caros, então todo mundo quer um óculos que vá durar mais tempo, que você não vá enjoar mas também que demonstre o seu estilo pessoal.

A lógica é a mesma que eu falei aí em cima dos acessórios. Se você é menor óculos menores ficam melhor, se é grande óculos maiores, se tem os traços do rosto arredondados óculos arredondados, se tem os traços do rosto mais quadrados óculos com formas mais quadradas.

Aquele papo de alto contraste e baixo contraste, quando o assunto é óculos, é ainda mais evidente, pois o acessório fica no seu rosto, que é o ponto de atenção mais forte que temos. Então, recaptulando, se você tem baixo contraste, pele clara e cabelo claro óculos com baixo contraste com o tom da sua pele ficam melhores.

Também em baixo contraste, porém pele escura e cabelo escuro.

Se você tem alto contraste, ou seja, pele clara e cabelo escuro, ou pele escura e cabelo claro, o ideal é que os óculos também tenham um alto contraste com o tom da sua pele.

 

Detalhes são muito bem criados com acessórios, os acessórios entram no look para ser o ponto de atenção e equilibrar o styling o que eu sempre recomendo para as Alunas do Clube das Mulheres Bem Vestidas (clica e vem ver as histórias!)  é que os acessórios entrem na parte final da elaboração do look.

Depois que você já se produziu completa, calça, blusa, terceira peça, bolsa, sapato, a partir das técnicas ensinadas no curso observa a quantidade de pontos de atenção existentes naquele look e adiciona o acessório para balancear as cores, os pontos de atenção para a sua comunicação final ficar bem harmoniosa tentando sempre deixar o seu rosto como ponto principal do foco de atenção.

Se você quer entender um pouco mais como pode usar os acessórios para valorizar sua beleza, sugiro que baixe gratuitamente o e-book que disponibilizo, que é bem interessante.

Veja o que as alunas falam do curso

E essa é a minha expertise, ensinar a mulheres reais, de forma simples e prática, como ser uma personal stylist, criando looks charmosos para usar em seu dia a dia.

 Quer aprender? Vem para o curso Clube das Mulheres Bem Vestidas!

Clique aqui para saber mais!

mulheres Bem vestidas

Aula com dicas PRÁTICAS sobre como comprar bem no Black Friday

Com certeza essa semana o seu e-mail está lotado de promoções imperdíveis da Black Friday e a pergunta que não quer calar é: Será que vale mesmo a pena? Como faz para comprar o que realmente vale a pena? Eu fiz um post sobre isso, e vou deixar aqui para você dar uma olhada.

Mas vamos para o que interessa, nesse vídeo aqui você vai aprender dicas práticas sobre como comprar bem no Black Friday. Assista lá, e ah, e se tem alguma que tá pronta para fazer a louca do Black Friday… compartilha com ela esse post! Ela vai te agradecer depois 🙂

 

Se você se percebeu num ciclo ‘compra, Compra, e nunca tem roupa’, eu posso te ajudar!

No Portal Mulheres Bem Vestidas, temos o Guia de Compras, uma aula on line + PDF com os 3 passos para comprar Bem e parar de jogar seu $$ fora.

 Clique aqui e comece já a ser mulher segura de si, que domina sua vontades e sabe o que quer.

compras

 

Como comprar bem no Black Friday

Com certeza essa semana o seu e-mail está lotado de promoções imperdíveis da Black Friday e a pergunta que não quer calar é: Será que vale mesmo a pena? Como faz para comprar o que realmente vale a pena?

O que é o Black Friday

Todos nós sabemos que a Black Friday é uma data americana, uma dia após o feriado de Thanksgiving onde lá rolam promoções que realmente baixam drasticamente os preços para liquidar o estoque antes do natal.

Aqui no Brasil já é um pouco diferente.. é muito mais uma ação de marketing para gerar vendas num período morno de consumo. E aí, que mora perigo… você não tá pensando em comprar nada, mas começa a ver em todos os lugares: liquidação, desconto, oportunidade… que daqui a pouco tá convencida que “precisa” comprar!

Como comprar bem

Não estou dizendo que comprar é crime, que você não deve comprar, muito pelo contrário. O que estou dizendo que comprar só é bom quando ele não vem com gosto amargo e arrependimento quando chega a fatura do cartão! E isso só é possível quando o comprar é fruto de consumo consciente. Tenho certeza também que você já ouviu falar em Consumo consciente, mas calma aí, não desiste do texto aqui não, eu juro que não é aquele papo de “eco-chato“.

O Consumo consciente não é parar de consumir é comprar o que realmente você precisa e faz sentido para você e para sua vida. Não é comprar aquilo que está barato e pensar “um dia eu posso precisar” e sim comprar se tiver a necessidade. Não faz sentido antecipar consumo pois quando você vê nem tem mais aquela necessidade.

Quando você começa a pensar em consumo consciente consegue ter mais qualidade e menos quantidade, isso simplifica a vida, faz com que você consiga economizar mais dinheiro conseguir investir em coisas que realmente são bacanas, experiências, viagens, cursos…

Na prática

A primeira coisa que você precisa saber, é que o comprar é topo da pirâmide de consumo. Esgote todas as outras possibilidade primeiro! Seu tempo e seu Din din $ agradecem!

Monte uma wish list

Feito isso, faça uma Lista de coisas, peças, artigos que você já compraria com preço cheio e que seria ótimo poder comprar por uma valor menor e de fato economizar. Nesse caso, você provavelmente já sabe o preço deste artigo e portanto vai saber avaliar se o desconto é bom ou se ele está por metade do dobro…

Avaliação

Avalie com atenção, não é porque está com desconto que peça não precisa ser perfeita para você! Não tenha pressa no provador, vista, ande, procure olhar em mais de um espelho. E lembre-se compras on line tem 7 dias do dia do recebimento para serem devolvidas.

Atente à modelagem, nunca compre num tamanho que não é seu, veja se o tecido tem qualidade, e por aí vai.

Não compre múltiplos, peças iguais com cores diferentes. Não vale a pena, o efeito visual é o mesmo. Com valor dos múltiplos, compre uma de qualidade melhor.

Aproveite para substituir peças que usa muito e estão velhinhas, gastas, poidas.

Se precisar de ajuda nessas questões, dá uma olhada no nosso curso Guia de Compras. Nele você assiste uma aula sobre o assunto, e pode baixar um guia que te ajuda! 

 

Ah, e se tem alguma que tá pronta para fazer a louca do Black Friday… compartilha com ela esse post! Ela vai te agradecer depois 🙂

Se você se percebeu num ciclo ‘compra, Compra, e nunca tem roupa’, eu posso te ajudar!

No Portal Mulheres Bem Vestidas, temos o Guia de Compras, uma aula on line + PDF com os 3 passos para comprar Bem e parar de jogar seu $$ fora.

 Clique aqui e comece já a ser mulher segura de si, que domina sua vontades e sabe o que quer.

compras

Dress Code – Trabalho Formal

Quando se trata de trabalho, é preciso ter atenção ao código de vestir, ele diz muito sobre como você lida com seu trabalho, se gosta, e até se é bem sucedida. Por isso, nessa nova tag “Dress Code”, nós vamos falar de algumas profissões e explicar o que cada cliente seu espera ver assim que olha para você.

Comente para gente qual é a sua profissão, que ela pode virar o nosso próximo post. Esse é o quarto post dessa tag, se você não viu o de arquiteta, área médica, trabalho informal corre lá =) Ah, e compartilha com as amigas!

Código de Vestir

Ambientes que exigem formalidade, como por exemplo, áreas jurídicas, mercado financeiro, empresas de consultoria costumam ter códigos de vestir rígidos, por vezes escritos na política da empresa. E sim é importante atentar para isso e seguir.

Você é a imagem da empresa perante os clientes, os parceiros, os fornecedores e por isso precisa comunicar os principais valores da companhia: seriedade, sobriedade, credibilidade, maturidade, solidez, honestidade, e assertividade. É isso que se espera de um advogado, de um banco, por exemplo.

Na prática

Quando a gente pensa em formalidade devemos pensar em estrutura, quanto mais estruturada for a peça mais formalidade ela comunica. Por isso, o terno é a peça mais usada em ambientes formais, feita de tecido plano, com costuras que dão estrutura e ombreiras e passando a ideia de dureza, é.

trabalho formal

Mas calma, dá para incrementar o “uniforme padrão” e ir pro trabalho se sentindo mais bonita – sem esquecer da adequação.  A dica de Styling é sempre usar “desconjuntado” caso você compre o terno completo, ou então comprar calças e blazers separados. Isso trás muita formalidade sem perder a sua identidade pessoal, o seu estilo.

Existem também calças de alfaiatarias e blazers que tem um corte bem moderno, então é sempre interessante procurar peças que tenham um detalhe a mais no corte pois isso fará bastante diferença.

Modelagem

Peças de estrutura a modelagem é fundamental, pois não basta ter só estrutura, a peça precisa ter qualidade, só assim a comunicação do empoderamento é comunicada. E eu sei, é bem difícil encontrar uma peça com uma boa modelagem e um preço baixo, então no geral, peças de alfaitaria são um investimento. Exigem ainda mais a sua atenção na hora de comprar. O bacana é sempre pensar na variação de cores na hora de comprar, pois se você só compra blazers escuros você vai achar que está sempre usando a mesma peça, ai bate aquela sensação de “estou sem roupa”.

Cores

Quanto mais colorido é o look mais informal ele fica, então o look mais formal tem menos cores mas menos cores não significa preto, branco e azul marinho, você pode e deve usar cores, mas deve fazer isso em blocos menores em pequenos detalhes. Até porque você já esta investindo na alfaiataria, que é caro, então vale a pena comprar neutro, aí usa e abusa da criatividade nos acessórios, que pode ser desde a blusa que você usa por baixo à acessórios em si. Um colar,  uma pulseira, um lenço e até mesmo um batom. Mesmo que a base do seu armário seja neutra, não deixe de ter um toque de cor no seu look que isso acrescenta personalidade.

Pés a mostra remetem à informalidade, sapatos fechados remetem a formalidade. Isso não significa que você tem que usar scarpin todos os dias, isso quer dizer que você tem que dosar, não dá para ir um dia sem blazer com uma camiseta de tecido menos estruturado e colocar uma sandália. Se a ideia for colocar uma sandália opta por fazer o equilíbrio desse look, tudo bem mais formal e ai joga uma sandália para quebrar um pouco.

 

E por outro lado, se você quiser usar uma blusa mais informal ou um pouco mais colorida joga um scarpin de uma cor neutra para fazer formalidade. Ah, e saltos finos também são mais formais do que saltos grossos, isso não é uma regra de pode e não pode, eu aqui só estou ensinando o que cada peça significa, mas aí no seu Styling você vai chegar à uma conclusão do que cabe ou não fazer.

Monocromático

Outra ideia bacana que dá um ar moderno sem perder a formalidade é usar o monocromático, tom sobre tom. A dica aqui é que a cor mais viva esteja apenas nos detalhes, assim a formalidade é mantida.

Beleza cuidada

Para adicionar formalidade é necessário um cabelo arrumado e uma maquiagem leve, não da para trabalhar em um ambiente formal de cabelo molhado e cara lavada, isso é casual de mais.

No ambiente formal você precisa passar que você teve atenção e cuidado antes de ir para aquele ambiente. É claro que a gente não está falando de uma maquiagem super pesada, apenas um cuidado especial que o ambiente pede. A sua beleza precisa comunicar cuidado, quando você comunica cuidado pelo que veste, cuidado com você, você comunica que está fazendo o seu trabalho com cuidado.

Acessorize

Nesses ambientes muito formais é muito fácil você virar mais uma, a gente acaba usando um “uniforme” para se encaixar na formalidade e as vezes não tem nada a ver com a sua personalidade, só que na realidade nós nos sentimos infelizes com aquele look. Não é porque o ambiente e super formal que você não pode comunicar a sua personalidade.

A grande sacada para você comunicar a sua personalidade é o uso de acessórios pode sim se você está com uma roupa de alfaiataria neutra usar acessórios mais modernos, de corda, de resina, e fazer esse mix, que  vai trazer a sua personalidade sem perder a formalidade. E aí você gera um grande diferencial, você se destaca dentro daquele mar de pessoas usando “uniforme” todos os dias.

Veja o que as alunas estão falando do curso

Ter estilo é ser você!

Não perca tempo em frente ao armário sem saber o que vestir.

Clique aqui para saber mais!

mulheres Bem vestidas

Dress Code – Trabalho Informal

Quando se trata de trabalho, é preciso ter atenção ao código de vestir, ele diz muito sobre como você lida com seu trabalho, se gosta, e até se é bem sucedida. Por isso, nessa nova tag “Dress Code”, nós vamos falar de algumas profissões e explicar o que cada cliente seu espera ver assim que olha para você.

Comente para gente qual é a sua profissão, que ela pode virar o nosso próximo post. Esse é o terceiro post dessa tag, se você não viu o de arquiteta e o de médica, corre lá =) Ah, e compartilha com as amigas!

Casual não é desleixado

No post de hoje, falaremos sobre ambientes de trabalho casual, aqueles em que não existe formalidade, tais como, área de comunicação, empreendedorismo, funcionalismo público (se não for jurídico), comércio e por aí vai.

A primeira coisa a ter em mente é que casualidade não é sinônimo de falta de seriedade. É preciso lembrar que mesmo que o ambiente seja casual, informal, você não pode ir trabalhar da mesma forma que você sai no seu final de semana. Você precisa comunicar seriedade, mesmo que sem formalidade. Parece complicado mas não é.

Seriedade não é caretisse

Não importa se você é um artista, um fotógrafo, profissões criativas, quem te contratar vai esperar que siga o prazo, e que acima de tudo seja uma pessoa de palavra, uma pessoa confiável. Seja você funcionário, chefe, dono do seu próprio negócio, quando o assunto é trabalho tem que ser levado a sério. Então tenha em mente que seriedade é primeiro atributo, mas ela não precisa ser careta.

O que não é bacana…

Tome cuidado com comprimentos curtos, shorts, decotes, sandálias de dedo. Por mais que as sandálias soem bem confortáveis o nosso andar fica mais despojado ao usar elas, podendo comunicar aí uma falta de seriedade. Qualquer coisa que tire a atenção do foco principal, que é o trabalho, deve ser evitado.

Brinque com styling

Ambientes mais informais tornam muito mais possível brincar com os looks, seja brincar com cores, jeans, malha. E por fim você tem que conseguir comunicar a sua seriedade com personalidade e criatividade!

Uma bela maneira de fazer isso é o que chamamos de high low. Primeiro de tudo, o que é high low, ou hi-lo como alguns chamam não é só a mistura de peças caras com peças baratas, quando na verdade não é só isso. O High Low é a mistura de peças de universos opostos, sejam essas peças caras e baratas, festiva com casual, brilho com malha, uma peça feminina com uma peça masculina. Enfim, tudo o que mistura universos opostos.

Na prática

Como podemos usar o High Low nessa situação?

 

 

Simples, é só você ter pelo menos uma peça do seu look que remeta algo mais sério. Um sapato mais fechado com um look mais casual, ou uma blusa de tecido mais plano como um jeans, ou uma calça de alfaiataria com uma malha. Essa mistura te dá um look bem sério mas com a sua informalidade bem característica. Você tem sempre que lembrar que, se você estiver em um ambiente informal, de terno e gravata também não estará comunicando a coisa certa.

Adequação é a chave.

 

Ambientes informais cabem muito bem o uso de várias cores, quanto maior o número e mais vibrantes forem as cores, mais informal o look.

 

 

E para ajudar nessa combinação de cores, nós temos um curso inteirinho falando só disso, clica aqui e que você pode começar já. 

Veja por exemplo como faz a Milla Padua, nossa aluna do Clube das Mulheres Bem Vestidas, que trabalha num ambiente casual:

Ter estilo é ser você!

Não perca tempo em frente ao armário sem saber o que vestir.

Clique aqui para saber mais!

mulheres Bem vestidas

Dress Code – Médica

Na hora de falar sobre o que vestir para o trabalho, sempre rola a dúvida de como manter o seu estilo pessoal e se vestir de acordo com a sua profissão. Nessa nova tag “Dress Code”, nós vamos falar de algumas profissões e explicar como usar a sua imagem pessoal para ter mais sucesso na carreira!

Já falamos sobre Arquitetas, clica para ler e compartilhar com a amiga que trabalha na área. Aproveita, comenta abaixo qual é a sua profissão, que ela pode virar o nosso próximo post.

Profissões da área Médica

De maneira geral, médicas e quem trabalha na área, tem uma série de regras a cumprir na hora de se vestir, por conta da segurança no ambiente hospitalar. Para circular em um hospital, as médicas não podem mostrar a perna, o sapato deve ser sempre fechado, não pode usar acessórios e normalmente é necessário o uso de um jaleco por cima de tudo.

O que as médicas devem ter sempre em mente é que o jaleco não pode ser a peça para disfarçar o que está por baixo… Colocar qualquer roupa  e jogar um jaleco por cima para disfarçar tudo. Você circula sem o jaleco e pode dar a impressão errada. Você chega no hospital sem jaleco e pode ter alguma reunião com as chefias. Sem falar, que para circular em áreas abertas do hospital ou áreas de alimentação, você, médica vai estar sem jaleco também.

Convencemos da importância de pensar no seu dress code? Seu vestir tem que estar alinhado a uma imagem profissional séria, que você é. Não basta ser, tem que parecer também.

E como a gente faz isso? Pensando em quais os atributos que os pacientes procuram no médico.

O paciente quer ver segurança e seriedade, para confiar no que profissional está fazendo, bem como empatia, que ele se preocupa em como o paciente se sente. Por outro lado, nós não podemos descartar a personalidade de cada médico, não é porque a profissão é super séria que o médico precisa ser careta. É possível juntar as duas coisas no seu vestir para comunicar a sua personalidade sem deixar os atributos necessários de lado.

Dicas práticas

Lenços

É um tecido que você pode jogar por baixo do jaleco e pode trazer uma cor para perto do seu rosto.

Acessórios Grandes

Que você pode colocar e tirar com rapidez, um colarzão grande que é fácil de incluir na hora de tirar e colocar o jaleco.

Sapatos charmosos

Tem que ser fechado, mas não precisa ser sempre sapatilha de bico arredondado. Hoje em dia temos milhões de opções no mercado, entre elas tênis, oxfords, botinhas de bico fino ou de bico arredondado. Você pode brincar com outros sapatos fechados, pois quando você estiver com jaleco os sapatos serão o ponto de atenção do seu look então é interessante que eles sejam com um toque de personalidade, sempre limpos e em perfeito estado. Afinal é o que vai comunicar o nível de cuidado que o médico tem com si próprio, e esse nível de cuidado vai comunicar o cuidado que o médico tem com o próximo.

Beleza bem cuidada

Outro item super importante para as médicas é cabelo e maquiagem. Médicas tem uma quantidade reduzida de acessórios e coisas assim que podem usar, então o cabelo e maquiagem tem que estar cuidado. Eu não estou dizendo que precisa sair com aquele delineado gatinho às 5 horas da manhã, mas você precisa ter a certeza de que seu cabelo e sua maquiagem estão cuidados, com aspecto de saúde.

Sair de manhã cedo de cabelo molhado e amarrar de qualquer maneira no meio do dia, denota falta de empenho com sua imagem pessoal, e o seu nível de cuidado pessoal comunica implicitamente no sub consciente do paciente o nível de cuidado que você vai ter com ele.

Terceira Peça

Para todos os profissionais que tenham que trabalhar com algum tipo de jaleco, é muito interessante que se brinque com a terceira peça. Quando a gente fala em terceira peça todo mundo pensa logo em uma jaqueta, mas na realidade essa terceira peça pode ser uma camisa aberta, uma jaqueta, uma bomber.

Chegando no hospital você tira essa segunda peça para usar o jaleco, e quando puder estar sem o jaleco joga a terceira peça novamente. Isso mantém uma elegância no vestir,  para circular nos ambientes que não precisa do jaleco.

Cuidado com as calças jeans, elas podem  ser muito fáceis de usar mas também são muito obvias, além disso, calças de tecido plano larginha, pode remeter uma elegância muito maior e isso sem contar no conforto né? Não tem nada pior do que aquele jeans justo desconfortável.

Veja o que as alunas falam do Clube das Mulheres Bem Vestidas:

Ter estilo é ser você!

Não perca tempo em frente ao armário sem saber o que vestir.

Clique aqui para saber mais!

mulheres Bem vestidas

Dress Code – Arquiteta

Na hora de falar sobre estilo pessoal e tudo isso, sempre rola a duvida de como manter o seu estilo pessoal e se vestir de acordo com a sua profissão. Nessa nova tag “Dress Code”, nós vamos falar um pouquinho de algumas profissões e explicar o que cada cliente seu espera ver assim que olha para você. A primeira profissão será Arquiteta, comente para gente qual é a sua profissão, que ela pode virar o nosso próximo post.

dress code

Arquiteta

A Arquiteta circula em pelo menos três diferentes ambientes durante o seu dia, seriam eles, visitando obras, reunião com o cliente e lidar com os fornecedores.

As obras todos nós sabemos, é mais sujo, eventualmente é necessário abaixar para checar alguma coisa mais no nível do chão, os sapatos tem que ser fechado por motivos de segurança e até para não fazer uma sujeira danada nos pés. As reuniões com clientes podem ser em um café, no escritório, na casa do cliente. E para ir na loja escolher o piso o papel de parede ela pode encontrar concorrentes potenciais clientes, enfim. Todos os ambientes necessitam certas formalidades.

A primeira dica é: você arquiteta, vai precisar carregar com você seu sapatinho de obra. Que de preferencia é uma botinha, não necessariamente aquele sapato especial (a não ser que seja obrigatório) mas pode ser um de plástico estilo Melissa ou até mesmo de couro bem confortável. E quando sair da obra, troca e coloca um sapato mais arrumado e limpo.

Quanto a roupa, calça funciona melhor, pois te da mais flexibilidade na hora de abaixar e coisas do gênero, mas não precisa ser sempre aquela calça jeans, pode ser escolhido uma de tecido plano principalmente calças mais retas ou panta court, que tem uma barra mais curta vai ser melhor na hora de trocar o sapato da obra para um sapato mais arrumado, que pode ou não ter salto, para evitar de arrastar no chão na hora das trocas de sapato. Esse tipo de calça fica mais arrumada que os jeans. Já na parte de cima, se a arquiteta jogar uma calça de tecido plano já pode jogar uma malha como blusa, e se escolher o jeans é melhor jogar uma camisa de tecido plano. Para fazer um high-low, a arquiteta não precisa estar muito formal todo o tempo, mas é interessante esse toque de formalidade com informalidade para não ficar informal de mais.

 

Outra coisa que é importante pensar é, que tipo de profissional você é. Por exemplo, você é uma arquiteta que usa muitas cores? Ou gosta das coisas com tons mais neutros? Usa muitas coisas naturais? Ou gosta de coisas mais industriais? Você é uma profissional versátil? Que consegue fazer de um escritório super careta até uma casa de praia? É interessante para você, comunicar o seu estilo de arquitetura no seu jeito de se vestir.

Eu conheço muitas arquitetas que fazem projetos super coloridos, usam e abusam do mix de estampas mas na hora de apresentar o projeto vão de calça jeans e camiseta branca. O cliente não está lendo essa arquiteta criativa quando a conheçe, ou seja isso não comunica quem você é. É muito importante comunicar exatamente quem você é na primeira impressão com o cliente pois você, a arquiteta é parte do seu produto. O cliente está contratando também a sua criatividade, isso facilita muito que ele veja todos os seus projetos e te escute com bons olhos. Passa mais credibilidade.

Recaptulando, o dress code de uma arquiteta tem que ter criatividade, tem que ter acessibilidade. O cliente tem que achar que aquele arquiteto é acessível, que o arquiteto vai ouvir o que o cliente quer e traduzir em um projeto que faça sentido para ele, afinal um bom arquiteto não é aquele que faz um projeto incrível mas aquele que consegue conseguir traduzir os desejos daquele cliente. Ao mesmo tempo que deve ser acessível também tem que passar seriedade. O maior problema que as pessoas tem ao querer reformar espaços é a falta de cumprimento dos prazos e cumprir orçamento. Então a seriedade é importantíssima nesse caso.

Veja o que as alunas falam do Clube das Mulheres Bem Vestidas:

Ter estilo é ser você!

Não perca tempo em frente ao armário sem saber o que vestir.

Clique aqui para saber mais!

mulheres Bem vestidas

 

 

Como Deixar Um Look Básico Mais Interessante

Sabe quando vemos alguém de jeans e camiseta aquele look básico, porém nos chama atenção? Nos parece super estiloso apesar de ser apenas um jeans com uma camiseta? Isso acontece porque essa pessoa soube usar os detalhes para fazer conexões!

Detalhes são muito bem criados com acessórios, os acessórios entram no look para ser o ponto de atenção e equilibrar o styling o que eu sempre recomendo para as Alunas do Portal Mulheres Bem Vestidas é que os acessórios entrem na parte final da elaboração do look, depois que você já se produziu completa, calça, blusa, terceira peça, bolsa, sapato então você a partir das técnicas ensinadas no curso observa a quantidade de pontos de atenção existentes naquele look e adiciona o acessório para balancear as cores, os pontos de atenção para a sua comunicação final ficar bem harmoniosa tentando sempre deixar o seu rosto como ponto principal do foco de atenção.

Um exemplo bem fácil de detalhes e conexões visuais que deixam o look interessante. Mais um ideia de uso para sua gaveta cheia de lenços… Não são as peças que fazem diferença, sim sua forma de combina-las! ⠀⠀

 

Outra forma bem fácil de criar conexão visual é usando formas geométricas, deixando o look básico interessante!
Lembra daquele papo de Styling que tivemos no outro post? Todo mundo faz styling todo dia pela manhã ao escolher o que vestir.
Pode fazer no automático, sem pensar…. ou com técnica e consciência, onde o resultado é você se sentindo linda e bem vestida! ⠀⠀

 

Ok, ok, você já sabe disso tudo, mas a sua dúvida é: que tipo de acessório combina bem para MIM?  Ó lá hein, vou dar um pulo do gato aqui!!! 

Tudo vai depender do efeito que você quer gerar!

Se você quer um efeito bem discreto e harmônico com a sua beleza você vai buscar acessórios que repitam as suas características físicas! Mas como assim? Simples, se você é menorzinha acessórios pequenos vão ficar melhor, se você é altona grande, acessórios maiores vão combinar melhor com você. Caso você tenha baixo contraste, isso é pele clara e cabelo claro ou pele escura e cabelo escuro, acessórios com baixo contraste com o tom da sua pele ficam melhores. Se as linhas do seu rosto são arredondadas, acessórios arredondados vão ficar melhor. E por aí vai. Na foto a seguir a estilista Victoria Hollo que é super magrinha fez um mix de colares delicados porém cheio de estilo.

look básico

Já se você quiser um visual bem impactante você usa o raciocínio oposto desse que eu acabei de falar. A Iris Apfel tem os cabelos brancos e a pele clara, e está usando acessórios bem grandes e vermelhos criando bastante contraste com o tom de pele dela e com as formas dela, repara na foto que ela é magrinha e pequena. Mas mesmo assim tudo conecta dentro daquele estilo que ela é e representa.

Como você sabe, nós aqui do Mulheres Bem Vestidas não curtimos muito regras, então essas regras que eu estou apresentando agora para você não é tão preto no branco, por exemplo, tem dias que eu acordo afim de um visual bem impactantes, e outras vezes só quero ser harmônica com a minha beleza. Ou seja, no fim das contas tenho acessórios de todos os jeitos e tamanhos e dependendo do meu look ou do que eu quero comunicar, escolho usar um ao outro.

Agora, uma dúvida bem frequente é: como combinar acessórios? Não existem essas regras de prata só pode ser com prata, dourado com dourado… Tudo vai depender do que você quer. O interessante da história toda é fugir dos conjuntinhos e misturar cor, material, tamanho… Essa mistura vai traduzindo o seu estilo pessoal. Mas como você faz para essas peças ficarem bonitas juntas? Simples. Esses acessórios precisam de uma conexão entre si, elas precisam de ao menos uma característica em comum. Pode ser cor com cor, forma com forma, material com material e por aí vai. Por exemplo, aqui combinei as formas:

 

 

Eu fiz um vídeo para o YouTube falando um pouco sobre como tirar o look do básico usando acessórios. Dê uma olhada aqui.

Quer aprender todas as técnicas que eu falei lá no inicio do post?

Não perca tempo em frente ao armário sem saber o que vestir.

Clique aqui para saber mais!